3 de abr de 2016

Stalker - Capítulo 1



Flashback ON

 Acabei de chegar em Boston, no estado de Massachusetts. Meus pais e eu tivemos que nos mudar para cá por falta de emprego na cidade onde morávamos. Tenho 13 anos de idade e estou com medo da nova escola. Minhas aulas no colégio Rosewood High School começam amanhã, eu não tinha muitos amigos na escola antiga, mas apesar disso eles eram os melhores.

(...)

 - Mãe estamos indo muito cedo! - eu falava no carro.
- Querida, eu tenho que pegar sua ficha de horários e conversar com a diretora. - ela respondeu.
- Então me deixasse em casa enquanto resolvesse isso. - bufei.
- Minha linda, no tempo vago, porque não aproveita e faz amizades? - perguntou.
- Eu vou tentar né...

 Depois de algum tempo, chegamos no meu Colégio, havia poucos alunos ainda. Minha mãe caminhou até a diretoria, eu falei que iria esperar ela perto do carro para pegar meus horários. Como não era começo de ano letivo, e eu cheguei no meio do ano, era praticamente uma desconhecida para eles. Algumas meninas passavam por mim e começavam a cochichar, e alguns meninos não sabiam disfarçar que estavam me secando com os olhos.
 Apesar de eu ser muito nova, eu despertava as pessoas com minha aparência de ''16 anos''.
 Um menino com cabelo cor de mel chegou de skate, ele era muito lindo, usava um moletom claro e calça jeans escura. Ele me olhou e sorriu, eu retribui e corei, olhei pro lado e depois vi que ele estava vindo em minha direção, não sabia o que fazer.

- Eai. - o garoto me disse.
- Oi. - respondi com um sorriso no rosto.
- Você é nova daqui, né? Qual seu nome? - ele perguntou.
- Me chamo Crystal Watson. - eu sorri. - e você?
- Sou Jus...- Na hora que ele ia falar, foi empurrada para o lado por 3 garotas.

 Elas tinham a típica aparência de patricinhas, e eram muito bonitas por sinal. A do meio, que tinha o cabelo loiro e meio curto tomou iniciativa e falou.

- Oii linda! Tudo bem? você é novata né? Prazer! Meu nome é Ashley. - Ela me cumprimentou e eu retribui, olhei pro lado e o garoto já estava indo embora... -
- Me chamo Crystal - sorri e cumprimentei elas.

 Até que elas eram simpáticas, haviam mais 2 garotas, Lucy Hale, tinha cabelos castanhos e era muito meiga, e Shay Mitchell, que era morena, meio alta e muito inteligente. Elas me apresentaram a algumas pessoas do colégio e insistiram que eu andasse com elas no intervalo, não neguei. A partir daí me tornei inseparável delas.

Justin POV's

 Só de estar perto de Ashley e Shay já me dava vontade de atirar nelas, quem sabe um dia eu faça isso, pelo menos Lucy não é que nem elas... irei contar desde o começo: Ano passado, eu era dado como o menino estranho da turma, pois não conversava com ninguém... Em uma sexta-feira a noite, estava em meu quarto assistindo filme com minha irmã, Jazzy, e meu irmão Jaxon. Tudo ocorria bem, até eu ir lá fora para ver se estava chovendo pois a roupa da família estava no varal. 
 Ouvi risadas de meninas no lado de fora do meu quarto, perto da garagem. Fui o mais rápido possível para lá, e lá estava, Ashley e Shay, olhei na janela e no chão, e estava cheirando a gasolina, muito forte mesmo. Ashley acendeu o fósforo e ameaçava tacar.

- O que vocês estão fazendo? Não taca, é sério por favor. - Meus olhos que se encheram de raiva, começaram a lagrimejar ao lembrar que meus irmãos estavam lá dentro. 
- Você jura que não vai contar pra ninguém? - ela abaixou mais o fósforo.
- Sim, sim! meus irmãos pequenos estão lá dentro, não faz isso! - implorei.
- Sendo assim.. CORRE SHAY. - Ashley soltou o fósforo no chão, o que fez uma grande chama.

 Corri para meu quarto para ter uma tentativa de salvar meus irmãos, mas já havia perdido as esperanças quando vi Jazzy gritando de dor, Jaxon estava chorando olhando a cena muito forte também e coçando seus olhos, o puxei para perto de mim e peguei todos os lençóis num ato de tentar apagar o fogo que estava perto de Jazzy.
 Ouvi os vizinhos gritando, e parece que já haviam chamado os Bombeiros.
 Já não sabia mais o que fazer, eu sou um irmão horrível, Jaxon estava me gritando, mas não podia deixar Jazzy, mas não havia mais jeito. Ela se foi.
 Corri chorando para perto de Jaxon.

- JAXON? COMO VOCÊ ESTÁ?! - Gritava chorando.
- Drew, meus olhos queimam... eles estão queimando! - ele chorava sem parar.
O observei e vi que havia caído uma grande quantidade de gasolina nos olhos deles.
- Oh meu deus... por favor, feche os olhos! FECHE OS OLHOS! - Gritei.
- DREW! Não vejo mais você, NÃO VEJO MAIS NADA!

(...)

 Tive que dar queixa na polícia, minha mãe acreditava em mim, diferente do meu pai, que me surrou e estava desesperado. Ele foi embora, mas uma vez ao mês voltava para ver como Jaxon estava, Jaxon agora não tinha um pai presente, eu e minha mãe Pattie sempre cuidamos ele com mais cuidado depois do que aconteceu, ele teve que ficar no psiquiatra 1 ano por causa do trauma, bom, eu me recupere, mas não foi fácil. Ainda guardo magoas.
 Na escola todos tinham medo de falar ou se sentar perto de mim, fui chamado de Psicopata por muito tempo. 
 Mas de uma coisa eu sei, eu vou acabar com a vida de Ashley Benson e Shay Mitchell, elas mataram minha irmã e deixaram meu irmão cego. Isso não vai ficar assim.